Terra Magazine

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

CQTeste com Rodrigo Minotauro

Tags:, - Guga Noblat às 12:41:02

Foto CQC

Foto CQC

Esta noite o programa humorístico/jornalístico CQC da Band exibe uma entrevista com Rodrigo Minotauro.

O faixa-preta de jiu-jitsu participou do quadro CQTeste, um quiz para avaliar os conhecimentos gerais do entrevistado.

Para Minotauro foram feitas as perguntas que seguem abaixo. Não passarei as respostas dele para não quebrar o suspense:

1- CULTURA GERAL
Na mitologia grega, que herói matou o Minotauro?
Resposta certa: Teseu

2 - GEOGRAFIA
Que grande rio atravessa a cidade de Paris?
R: rio Sena
(Nesse o Minota ligou para o irmão gêmeo Minotouro para saber a resposta)

3 - ESPORTES
Para qual time estrangeiro Ronaldo foi vendido em 94?
R: PSV Eindhoven

4- ARTE
Qual personagem do jogo Street Fighter é do Brasil?
R: Blanka

5 - ESPORTES (ESCOLHE A CATEGORIA)
Por qual escuderia Ayrton Senna corria antes de ir para Mc Laren?
R: Lotus

TÚNEL DO TEMPO - Essa pergunta foi cortada e, portanto, não irá ao ar.
Quantos filmes da série Rocky Silvester Stalone já estrelou?
R: 6 (seis)
(Minotauro errou, respondeu 7)

Hoje à noite, a partir de 22h15, o CQC passa a ser exibido.

* Siga o blog no twitter: http://twitter.com/GugaNoblat

Blogs que citam este Post

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

12 perguntas para Rodrigo Minotauro

Tags: - Guga Noblat às 05:13:05

O baiano Rodrigo Minotauro (32v, 5d e 1e) está a um passo de brigar pelo cinturão do UFC. Antes, terá que vencer mais uma batalha. Um duelo contra o americano descendente de mexicanos Cain Velasquez (7 lutas invicto).

O confronto está agendado para o fim de fevereiro de 2010 na 110ª edição do UFC. Será o primeiro evento dessa organização de MMA promovido na Austrália. 

A direção do UFC prometeu ao vencedor de Minotauro vs Velasquez a chance de disputar o título.

O atual campeão dos pesados é o americano Brock Lesnar. Mas ele está se recuperando de um problema no intestino e ficará na geladeira por pelo menos mais seis meses.

O UFC está negociando um confronto entre o invicto Shane Carwin (11v) vs Frank Mir (13v e 4d) pelo título interino dos pesados já que Lesnar está de molho.

Caso vença o próximo combate, Minotauro poderá enfrentar o vencedor de Carwin vs Mir ou até mesmo Lesnar. Essa questão será resolvida mais adiante e dependerá da recuperação do campeão.

Em entrevista ao blog Mano a Mano, Minotauro discorda da escolha de uma luta entre Mir e Carwin pelo título interno. Fala sobre os desafios de encarar Velasquez. Faz uma retrospectiva de 2009. E prevê bons desafios para o peso-pesado número 1 Fedor Emelianenko. 

Segue abaixo:

Blog Mano a Mano - Talvez casem uma luta entre Shane Carwin e Frank Mir pelo título interino. Não seria mais justo que você lutasse pelo título interino já que tem cartel mais expressivo?
MINOTAURO - Eu acho que sim, né cara. Eu acho que trouxeram o Frank Mir de volta (para a trilha do cinturão) contra o Cheick Kongo. Mas o Congo não é nem top 3 da categoria. O Mir voltou muito rápido.

O mais correto seria casar uma nova luta entre você e o Frank Mir pelo título provisório?
Eu acho que seria uma boa luta. Com certeza seria uma luta entre dois caras gabaritados.

É justo que ocorra uma luta pelo título interino ou o mais certo seria esperar a volta do campeão Brock Lesnar?
Acho que esperar o Lesnar vai demorar muito tempo. E tem um peso grande uma luta pelo título. Em um ano (que é o tempo total que o Lesnar pode ficar parado desde a última luta dele) muitos caras podem surgir e a categoria pode sofrer grandes mudanças. Acho que seria errado segurar um título porque o campeão está doente o ano inteiro.

O que achou da vitória de Mir sobre o Congo?
O Mir me surpreendeu. Ele deu um direto bom no início da luta. Mostrou que melhorou na parte de trocação. E no chão já era de se esperar uma boa apresentação dele. Ele é bem melhor de chão do que o cara.

Para a luta contra o Cain Velasquez você tá dando uma ênfase maior ao treinamento de wrestling?
To treinando bastante wrestling e chão. To sempre treinando também o muay thai. O Luis Dórea (técnico de boxe) tá chegando no começo de janeiro e ai vou passar a treinar boxe. To treinando wrestling com o Mark Munoz, que já foi campeão americano desse esporte.

Você encara o Velasquez como um atleta mais perigoso do que o Randy Couture?
O Velasquez é mais jovem. A condição física dele realmente é uma das melhores da categoria. Então vou ter que estar bem preparado fisicamente. É um garoto que está bem treinado e com muita vontade. Tem que ser encarado como um cara forte. O Couture é outro tipo de jogo. É um cara mais experiente, um cara que dá cotoveladas. Estrategicamente acho o Couture um pouco mais perigoso. Esse garoto (o Velasquez) cai mais pra dentro e é fisicamente melhor.

Como o Velasquez sabe bater bem por cima seria melhor que a luta se desenrolasse em pé, onde seu boxe é superior ao dele, ou no solo, onde você é um dos mais perigosos?
Onde a luta acontecer eu vou estar muito bem preparado. Não posso traçar uma estratégia e depois a luta não correr do jeito que eu esperava. Tenho que estar pronto para lutar em pé ou no solo.

O que causou a infecção no seu braço (motivo do adiamento da luta entre ele e Velasquez)?
Tava treinando na grade. Lá sempre pega o cotovelo e abre um corte. Tem um mês e meio que isso aconteceu. No UFC Austrália eu vou estar zero (sem problema no cotovelo).

Lutar no UFC 110 foi sua escolha? Você quer explorar o mercado australiano?
Eu tenho uma base boa de fãs no Japão. E o UFC Austrália terá um apelo maior entre os japoneses. Eu pedi para lutar nesse primeiro UFC Austrália. Acho que é um mercado novo que vale explorar, além de ser perto do Japão.

Fabrício Werdum e Alistar Overeem estão cotados para encarar o Fedor Emelianenko. Eles representam um perigo real para o russo?
É capaz. São dois caras bons. O Werdum tem um chão bom. O Alistar é melhor em pé do que o Fedor. Se a luta rolar só em pé, o Alistar é perigoso. Se a luta for só chão, o Werdum é um cara perigoso para o Fedor também.

Resume o que o ano de 2009 representou na sua carreira.
Foi um ano em que venci depois de uma derrota em 2008. A vitória sobre o Randy Couture foi boa para me reerguer, para me levantar. Trabalhei pra caramba este ano. Tenho ficado muito nos Estados Unidos. Foi um dos anos que mais trabalhei na minha vida.

Melhor luta de 2009?
Uma grande luta pra mim foi Anderson Silva contra o Forrest Griffin. Lutão.

 * Siga o blog no twitter: http://twitter.com/GugaNoblat

Blogs que citam este Post

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Minotauro vs Couture, a melhor luta de 2009 em 24 imagens

Tags:, , , - Guga Noblat às 05:28:32

Dez dias atrás o baiano Rodrigo Minotauro Nogueira bateu o americano Randy Couture numa luta que está sendo apontada, por ora, como a melhor de 2009 pela maioria dos críticos.

“Não tem nem o que comentar. A luta fala por si só. A apresentação do Minotauro foi perfeita, foi impecável. Tem nem o que consertar. Quem assistir a luta comprovará o que eu to falando”, disse ao blog Mano a Mano Anderson Silva, campeão do UFC e companheiro de equipe de Minotauro.

Com essa vitória, Minotauro passou para o topo da lista dos candidatos ao cinturão dos pesados. O atual campeão, Brock Lesnar, encarará Shane Carwin em novembro. O vencedor desse confronto deve enfrentar Minotauro no ano que vem.

Josh Hedges, fotógrafo oficial do UFC, registrou os principais momentos do duelo épico entre Minotauro, ex-campeão do Pride, e Couture, ex-campeão do UFC. Vejam abaixo.

A luta durou três rounds de cinco minutos e foi o principal combate do UFC 102, promovido no dia 29 de agosto em Portland, EUA. O palco do evento foi o Rose Garden Arena, que recebeu 16,088 mil pessoas e teve uma bilheteria de US$1,92 milhões.

Depois da derrota, Couture assinou um novo contrato de seis lutas com o UFC e agora pode migrar para o peso meio-pesado. Minotauro, para não ficar de molho à espera da disputa de título, deseja encarar seu algoz Frank Mir, que deve lutar contra Cheick Congo em dezembro.

Seguem as fotos da melhor luta deste ano até agora. O combate rendeu um bônus de mais US$ 60 mil para Couture e Minotauro, já que foi eleito o melhor da noite. 

Cliquem nas fotos para ampliá-las.

Saiba mais sobre o UFC 102 e veja a cobertura do blog aqui e no Twitter:

http://twitter.com/GugaNoblat

Blogs que citam este Post

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Dana White e time do Minotauro cogitam cinturão

Tags:, , - Guga Noblat às 05:08:51

UFC

Foto: UFC

Na madrugada de sábado para domingo o legendário baiano Rodrigo Minotauro Nogueira bateu o mito do MMA (Vale Tudo) americano Randy Couture.

Foi um combate épico que sacudiu a platéia de 14 mil espectadores apinhada no Rose Garden Arena, em Portland, palco da 102ª edição do UFC.

O duelo histórico aconteceu no território de Randy. “Nunca fui tão vaiado na minha vida, Vou ter que tomar um banho de sal grosso”, brincou Minotauro no vestiário depois da luta.

Ainda no vestiário, foi discutida a hipótese de Dana White, chefão do UFC, convidar Minotauro para luta pelo cinturão.

Antes, Dana White havia respondido para Marcelo Alonso, editor da revista Tatame, que deseja casar uma duelo entre Minotauro e o vencedor de Shane Carwin vs Brock Lesnar (atual campeão).

Eu estava do lado do Alonso quando Dana revelou isso.

No vestiário, o empresário Ed Soares e o atleta Fábio Maldonado disseram que Minotauro deveria lutar mais uma vez antes de uma suposta disputa de título para não perder ritmo de luta.

Já o irmão gêmeo de Minotauro, Rogério Minotouro, falou que se fosse oferecida uma disputa de cinturão seria melhor aguardá-la do que arriscar-se a perdê-la.  

Durante a discussão, Luiz Dórea, professor de boxe, comentou que acha “mais fácil para o Minotauro bater o Lesnar do que o Couture, já que contra o Lesnar a luta seria de 5 rounds (pois seria pelo cinturão) e o Minota cresce em combates longos”, afirmou.

Menos de 48 horas depois da sua vitória histórica, ao meio-dia (16h hora de Brasília) da segunda-feira, Minotauro já estava de volta aos treinos na Black House, em Los Angeles.

Ele está preparando seu colega de equipe Júnior Cigano para enfrentar o croata Mirko Cro Cop no dia 19 de setembro pelo UFC 103.

Minotauro não sabe ainda se ficará direto nos EUA até a luta do Cigano ou se voltará ao Brasil por alguns dias para ver o Bitetti Combat, evento programado para 12 de setembro no Rio.

No domingo à noite, enquanto estava em seu quatro no hotel Hermosa (LA), Minotauro acessou a internet para ver no laptop sua vitória sobre Couture. Até então ele não tinha visto.

“Ele (o Couture) jogou sujo em alguns momentos. Me acertou algumas cabeçadas e umas cotoveladas maldosas no clinch”, se queixava Minota enquanto revia o combate.

Anderson Silva, que estava junto de Minota, era o que mais vibrava com o vídeo da luta. “Caramba, você atropelou. Calou todo mundo”, disse Anderson se referindo à torcida do Randy.

Sem esconder a alegria, Júnior Cigano elogiou diversas vezes a atuação de seu amigo e professor. “A mídia ta comparando a alegria de ver o Minotauro ganhar com a alegria que o brasileiro tinha quando via o Ayrton Senna vencer na Fórmula 1”, repetiu duas vezes Cigano.

Ramon Lemos, técnico de solo de Minotauro, aproveitou o vídeo para dar umas dicas. “Em vez do triângulo de mão, você deveria ter lançado socos contra o Couture quando ele tava grogue”, explicou Ramon enquanto observava o primeiro knock down aplicado pelo brasileiro.

Parte da equipe do Minotauro está considerando essa vitória como a mais espetacular da vida dele. O que é difícil de avaliar, já que quase todas as lutas do Minotauro (32v e 5 d) são espetaculares.

O blog Mano a Mano colheu o depoimento de parte da vasta equipe que cerca Minotauro - um dos atletas mais importantes da história do MMA.

As frases foram pronunciadas ainda sob o calor da vitória, logo após a luta. Seguem:

Rogério Minotouro:
“O Minotauro foi excelente, lutou bem em pé, bem no chão, estava muito bem preparado, estava focado. Pegou uma pedreira, um guerreiro que valorizou a luta. Foi um lutão. O Minotauro mostrou uma de suas melhores atuações. Tem lutador que quando é cobrado dá pra trás. O Rodrigo não. Quanto mais cobrado, mais ele se desenvolve e dá um bom resultado. Essa hora que você conhece um bom lutador. Ta todo mundo dizendo que ssa luta dele foi melhor do que a minha contra o Maurício Shogun (pelo Pride em 2005).”

Júnior Cigano:
“Foi uma luta fantástica, a melhor do UFC.  O Randy está de parabéns por ter suportado ir até o fim da luta. Eu treino com o Minotauro todo dia e sei da força e da determinação dele. O Randy é duro demais.  Aguentou bem. Parabéns para os dois e o Minotauro como sempre deu a volta por cima. Fantástico.”

Luiz Dórea, técnico de boxe:
“O Rodrigo começou no boxe comigo aos 14 anos de idade.  Começou antes do jiu-jítsu. Quatro anos depois ele conheceu o jiu-jítsu e se tornou um especialista. Mas ele não esqueceu o boxe. Hoje ele mostrou que se precisar da trocação ele sabe o que fazer. O Randy valorizou a luta. Levou alguns golpes duros e ainda voltou para o combate. Foi uma das lutas mais duras que já vi. É bom para o MMA ter o Minotauro, ele é um exemplo”.

Luiz Alves, técnico de muay thai:
“Eu achava que o Minotauro podia bater em pé. E que se fosse para o chão, ele rasparia (inverteria a posição). Foi uma das melhores apresentações da carreira dele tecnicamente porque em algumas outras grandes apresentações ele se saia bem no chão ou em pé, e hoje foi uma apresentação completa, ele foi bem em todas as áreas. Se não foi a melhor, foi uma das melhores lutas dele.”

Amaury Bitetti, técnico de solo:
Foi um lutaço, ele tava bem preparado. Deu um show.  E tem que ser assim. Não pode vacilar. Tem que entrar pra deixar o seu recado. Foi o que o Minotauro fez. Ganhou as posições no solo e impôs seu jogo. Pra mim, com certeza foi uma das melhores lutas de todos os tempos. Entrará para a história”.

Jorge Guimarães, o Joinha, empresário do Minota:
“Essa luta pra mim foi a mais bonita do século, da história do MMA. São duas lendas vivas. O Randy aos 46 anos não deve nada a ninguém. Ele escapou de vários ataques. Teve muito coração, muita técnica. O Minotauro dispensa comentários. É um guerreiro nato. Técnico e experiente. E mostrou que está na melhor fase de sua vida”.

Veja a luta entre Minota e Randy aqui.

* Saiba mais sobre o UFC 102 e veja a cobertura do blog aqui

http://twitter.com/GugaNoblat

Blogs que citam este Post

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Bastidores do UFC 102: Minotauro faz checagem de peso, Minotouro perde passaporte

Tags:, , - Guga Noblat às 17:30:56

Neste momento Rodrigo Minotauro está no saguão do Hotel Marriot, em Portland, para se reunir com outros atletas que, assim como ele, lutarão amanhã pelo UFC 102. Logo mais, eles seguirão até o Rose Garden Arena, o que dá uns 15 minutos de carro, onde farão a pesagem oficial do evento, programada para daqui uma hora e meia.

Uma hora atrás, Minotauro fez uma pré-checagem do peso dele e viu que está tudo dentro do planejado. Ele terá que estar entre 93kg e 120kg para lutar contra Randy Couture pela categoria dos pesados.

* Saiba mais sobre o UFC 102 aqui

Rogério Minotouro, irmão gêmeo de Minotauro, deveria ter embarcado na quinta-feira da semana passada para Portland, mas perdeu seu passaporte. Dois dias atrás ele conseguiu um novo e agora está a caminho daqui. Ele será um dos técnicos do Minotauro amanhã à noite.

Dias antes de embarcar, Minotouro contou a este blog que seu irmão deverá vencer por finalização antes do fim do 2º round. E que um dos perigos oferecidos por Randy é o chamado “boxe sujo”, no qual o oponente encurta a distância e usa o clinch para atingir o rival.

No elevador, depois da pré-checagem de peso, Minotouro me disse a mesma coisa. Seu maior temor é o boxe sujo do Randy, mas prometeu que está preparado para contra-atacar com uma gama diversificada de finalizações.

Minotauro estava com cara de quem tinha acabado de levantar da cama. Ele foi sozinho à pré-checagem e retornou só ao seu quatro localizado no 12º andar do Hotel Marriot.

Vou acompanhar a pesagem e tentarei passar novas informações mais tarde.

Fiquem de olho no meu twitter, além do blog Mano a Mano, para mais notícias.

http://twitter.com/GugaNoblat

Blogs que citam este Post

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Minotauro fala sobre Couture, Fedor e Lesnar

Tags:, - Guga Noblat às 14:27:43

Estou embarcando agora para o Rio de Janeiro e à meia-noite viajarei com destino a Portland, EUA, para cobrir a 102ª edição do UFC.

Fiquem de olho no blog este fim de semana para informações exclusivas. E acompanhem também o meu twitter para mais novidades:

http://twitter.com/GugaNoblat

Tô sem tempo de escrever muito. O UFC 102 contará com cinco brasileiros e o  combate principal será entre o baiano Rodrigo Minotauro e o americano Randy Couture. Para saber mais sobre essse evento leia as notas abaixo ou clique aqui.

Conversei com Minotauro sobre Couture, Brock Lesnar, atual campeão do UFC, e Fedor Emilianenko, seu maior algoz e atleta recém-contratado pelo StrikeForce, evento rival do UFC.

Segue o que ele disse:
 
- Agora já tô pronto. Já ajustei a estratégia. A parte física a gente já fez direito. A última parte do treinamento foi justamente a estratégia da luta. Tô preparado e vou partir pra finalização. Mas onde a luta acontecer eu vou estar preparado. Se a luta acontecer em pé, estou preparado.

- O Fedor sabe o que é melhor pra ele. Mas, tava esperando ele vir para o UFC. Já que não aconteceu, espero que no futuro aconteça.

- O Brock Lesnar tem a mão pesada, mas não é tão bom em pé. Mas ainda não dá pra pensar em cinturão. Tem que ser uma luta de cada vez. To pensando só no Randy Couture.

Blogs que citam este Post

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Contagem regressiva para o UFC 102

Tags:, , , - Guga Noblat às 14:35:55

Como de praxe, o UFC produziu o programa de tv “Contagem Regressiva para o UFC 102”, com depoimentos dos principais atletas que competirão nesse evento.

Randy Couture e o baiano Rodrigo Minotauro farão o combate principal da noite de lutas programada para o próximo sábado, em Portland, Oregon, EUA.

O paulista Thiago Silva encarará Keith Jardine no segundo confronto mais aguardado do evento.

O blog Mano a Mano separou as principais frases pronunciadas pelos atletas no “Contagem Regressiva para o UFC 102”, para dar uma palhinha aos fãs que aguardam ansiosos por esse evento.

* Saiba mais sobre o UFC 102

Os canais SporTV e Globosat HD exibem a 102ª edição do UFC, ao vivo, a partir das 23h. Os brasileiros Gabriel Napão, Demian Maia e Marcus Aurelio também lutam nesse evento.

Estou embarcando amanhã para Portland, onde cobrirei o UFC 102. Quem quiser informações exclusivas, fique de olho no blog e no meu twitter:

http://twitter.com/GugaNoblat

* Veja aqui (em inglês) o programa “Contagem Regressiva para o UFC 102”.

Frases dos atletas pinçadas do programa de tv:

Couture:
“Pra ser o melhor do mundo você precisa bater o melhor do mundo”
 
“Será ótimo lutar na frente dos meus amigos (Couture morou em Oregon), da minha família e de um monte de gente que não vejo há um bom tempo.”

“Com certeza será um território hostil para Nogueira vir para Portland. Não tinha como ser melhor.”

“Ele está acesso para a luta e ele é bem mais novo. É assim que as coisas são.”

“Vou usar várias técnicas que aprendi de solo e estarei bem confortável no chão ou onde a luta correr.”

“Acho que posso trocar socos com ele. Ele não é o Brock Lesnar (atual campeão), não é um cara grande.”

“As lutas de cinco rounds (a maioria da carreira dele) sempre me agradaram porque eu via o condicionamento físico como uma arma para bater meus adversários. Isso se torna um fator menos importante quando a luta acaba em três rounds. Três rounds (como será contra o Minotauro) será interessante e divertido.”

“Eu certamente estou preparado para vencer essa luta.”

Minotauro:
“Putz grila. Esse cara é uma lenda no esporte. Eu não sei se vou chegar aos 45 anos e ainda estar lutando. A condição física dele é incrível.”

“Não posso ficar parado esperando ele me atacar. Tenho que bater e me movimentar, bater e me movimentar. Se ele me jogar no chão, vou adorar. Eu adoro lutar no chão. Eu vou procurar a finalização.”

“Venho treinando muito wrestling para me defender do jogo dele. Não se surpreendam se eu atacar a perna dele. E eu tenho um ótimo jiu-jítsu pra ele.”

“Vocês me verão tentando usar tudo o que eu tenho. Minhas técnicas de jiu-jítsu ou meu boxe ou as minhas joelhadas do muay thai, cotoveladas. Eu posso garantir uma luta empolgante.”

Thiago:
“No meu braço tem uma tatuagem escrita “nunca desista”. É assim que eu sou. Nunca desisto. A outra tatuagem é pra agradecer a Deus por eu estar aqui depois de tudo que passei.”

“Minha infância foi complicada. Meu pai costumava me bater todo dia. A relação entre meus pais era bem perturbante, muito ruim.”

“Quando comecei a treinar Jiu-Jítsu percebi que ali eu tinha um futuro. Era algo que eu amava fazer. Quando expliquei para o meu pai que queria ser lutador, ele me criticou e disse que eu não seria capaz de fazer isso. Ele basicamente me mandou embora de casa.”

“A única coisa que eu tinha eram minhas roupas e uma bicicleta, vendi minha bicicleta e comprei uma passagem para São Paulo (onde foi morar numa favela).”

“Via crianças de 10 anos carregando armas. Eu tratava todo mundo bem. A regra era: eu nunca vi nada , eu nunca ouvi nada, era assim todo dia em SP (na favela).”

“Muitas vezes eu não tinha dinheiro para pagar o ônibus. Ai tinha que escolher entre treinar e comer. Às vezes eu tinha que ir até um supermercado para abrir algum produto e comer lá (sem pagar) mesmo correndo risco de ser pego. Mas eu não tinha outra opção.”

“Eu sabia que queria ser um campeão um dia.”

“Minha estréia no UFC foi o dia mais feliz da minha vida. Eu estava disposto a fazer tudo pra me sair bem.”

“Eu sei que aprendi muito com minha derrota (na última luta dele) e sei que evolui e mostrarei um novo Thiago para os fãs. Eu farei tudo para me colocar de novo no ocotógon contra Lyoto Machida (seu único algoz).”

“Eu não quero voltar nunca para aquela vida de antes das lutas. Todo dia que treino penso em garantir uma vida melhor pra mim e pra minha esposa. Eu nasci para ser um lutador. Isso é o que eu sou. E não vou parar de trabalhar até ser o campeão.”

“Se Jardine quiser trocar socos comigo, tudo bem. No final só um ficará de pé e serei eu.”

Card principal:
Rodrigo Minotauro (brasileiro) x Randy Couture
Thiago Silva (brasileiro) x Keith Jardine
Demian Maia (brasileiro) x Nate Marquadt
Chris Leben x Jake Rosholt
Brandon Vera x Krzysztof Soszynski
 
Lutas preliminares (não haverá exibição pela TV)
Gabriel Gonzaga (brasileiro) x Chris Tuchscherer
Aao Simpson x Ed Herman
Justin McCully x Mike Russo
Tim Hague x Todd Duffee
Nick Catone x Mark Munoz
Marcus Aurelio (brasileiro) x Evan Dunham

Blogs que citam este Post

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Rodrigo Minotauro gostaria de enfrentar Fedor no UFC

Tags:, - Guga Noblat às 11:27:02

Divulgação

Foto: Divulgação

Um imortal, uma espécie de guerreiro Highlander, só acertando sua cabeça para, talvez, pará-lo. Quando Minotauro sobe nos ringues, seus oponentes sabem que é quase impossível nocauteá-lo. Sucumbi-lo a torções e estrangulamentos (as chamadas finalizações) é trabalho ainda mais penoso. Devem pensar: “Se o atropelamento de um caminhão não lhe parou, quem sou eu para fazer isso?”

Aos 11 anos, o baiano Rodrigo Nogueira, vulgo Minotauro, teve seu corpo quase esmagado por um caminhão que passou por cima dele. Estourado por dentro, ele ainda se ergueu sozinho antes de ser socorrido e passar um ano em recuperação no hospital.

Se parasse de lutar hoje, Minotauro, especialista em jiu-jitsu, já teria um dos currículos mais completos da história do MMA. No Japão, foi campeão do Rings e do Pride. Nos EUA, ganhou interinamente o cinturão dos pesados do UFC. Bateu 31 oponentes, entre eles diversas estrelas das lutas. Perdeu cinco vezes, sendo quatro delas na decisão dos juízes. Uma luta acabou sem resultado por conta de um ferimento na sobrancelha de seu adversário.

Entretanto, Minotauro, 33, não se dá por satisfeito. Ele não pensa, como crêem alguns críticos, que a hora de se aposentar esteja próxima. Sua meta é disputar em breve o cinturão do UFC, como revelou o faixa-preta em entrevista exclusiva ao blog Mano a Mano. Seu objetivo é fazer do Brasil o país número um nesse esporte, disse. 

De olho na negociação entre o UFC e o russo Fedor Emilianenko, o brasileiro revelou que gostaria de encarar pela quarta vez o maior algoz de sua carreira. Se Fedor, atleta do Affliction, for mesmo contratado, Minotauro quer, “com certeza”, enfrentá-lo de novo. O faixa-preta perdeu, até hoje, duas vezes para o russo, por pontos, e um confronto entre eles não teve resultado.

A última luta do Minotauro foi a única em que ele acabou nocauteado. No dia 28 de dezembro do ano passado, o americano Frank Mir chocou o mundo e a si mesmo ao derrotar o brasileiro com uma série de socos. Dias antes do combate, Minotauro teve uma infecção no braço e uma contusão no joelho. Ainda assim, não recuou da batalha e acabou caindo alguns degraus no ranking dos pesados.

A próxima luta de Minotauro está programada para o dia 29 de agosto, em Portland. Ele terá pela frente o ex-campeão dos meio-pesados e dos pesados Randy Couture, no combate principal da 102ª edição do UFC. “Vou lutar até quando meu corpo aguentar”, avisa aos que pedem pela sua aposentadoria, o mitológico Minotauro do Brasil.

15 perguntas para Minotauro:

Mano a Mano - Acha que voltará a disputar o cinturão do UFC ainda este ano?
RODRIGO MINOTAURO - Essa é a idéia. Acho que o Couture é bem ranqueado, é um ex-campeão, um dos tops da categoria. Somos dois ex-campeões. Se eu ganhar dele estarei próximo de disputar o cinturão. Acho que se eu vencer o Couture serei o número um do ranking e o próximo na lista para disputar o cinturão.

No combate contra o Couture a estratégia será a de levar a luta para o solo ou partirá para a trocação (socos e chutes)?
Acho que dá pra trocar com ele. Aprimorei meu boxe, dá pra trocar. Ele é bom de greco-romana, mas acho que dá com certeza pra levar a luta em pé. To bem, to com a mão rápida e me sentindo ótimo.

Se perder sua próxima luta qual deverá ser o seu futuro? Pensa em aposentadoria?
Claro que não! Acho que isso ai (esse papo de aposentadoria) é devido a uma ou outra luta que fiz. Bom, fiz mais de 30 lutas boas e tiveram umas quatro que perdi. Fiz a última luta que foi a pior da minha vida. Ai, rolam esses comentários (de aposentadoria). Mas to na melhor fase que já estive nos últimos tempos. To bem. Tenho muitas coisas pra fazer ainda. 

Por quanto tempo mais você ainda imagina que será lutador de MMA?
Até quando eu sentir que dá pra lutar. Até quando meu corpo aguentar.

Rickson Gracie criticou o fato de você usar muito o boxe ao invés de finalizar o oponente o quanto antes. E disse que não existe nenhum lutador legítimo do jiu-jitsu no MMA atual. O que você achou dessas declarações?
Acho que é difícil de só fazer o jiu-jitsu hoje em dia. É muito difícil. Hoje, tem que saber a parte da trocação. Os lutadores evoluíram e todo mundo sabe se pelo menos um pouco de jiu-jitsu. Ta bem mais evoluído do que na época que o Rickson lutava.

Você acha que se tivesse levado a luta contra o Mir para o solo ao invés de ter partido para a trocação o resultado teria sido outro?
Eu não tinha nem como levar a lutar para o solo, meu joelho tava saindo do lugar, tava com problema no menisco. Na noite antes da luta, o meu joelho tava bem contundido. Não dava pra tentar derrubar o Mir.

Você não acha que subestimou o Mir ao lutar contra ele sem estar 100%?
Acho que era um compromisso e eu tinha que cumprir. Tinha tido o reality show e em função da data da luta entre os técnicos (ele o o Mir eram técnicos dos times do reality), que já tava marcada com muita antecedência, ficava complicado adiar. Mas eu tive uma infecção no braço semanas antes da luta. Fiquei um tempo internado e ainda tive um problema no menisco, no meu joelho. Não quero dizer que perdi por isso, mas isso ajudou. A verdade é que eu não lutei aquele dia, não consegui responder aos golpes do Mir. 

Você já ganhou os principais torneios do MMA mundial. O que te motiva a continuar lutando?
Eu to numa fase muito boa ainda. Nós tempos vários campeões, temos o Lyoto Machida, o Anderson Silva, e eu quero estar ai ajudando o Brasil a despontar no MMA como era antigamente no Japão, quando tínhamos dois campeões, nos pesados e nos meio-pesados. Ta vindo ai uma galera jovem e boa e eu quero estar lutando contra eles. Quero estar disputando com a moçada e quero ajudar a fazer do Brasil o número um no MMA, isso me motiva.

A sua rotina de treinamento é tão puxada hoje quanto era na época em que você era atleta da equipe Brazilian Top Team?
Acho que é sim, acho que com certeza eu to em forma para essa próxima luta. Para essa luta do Couture, principalmente, tenho me dedicado bastante, to fazendo todos os meus treinos de wrestling, de boxe e com muita vontade. To treinando para essa luta com dois atletas do time nacional de wrestling dos Estados Unidos e to bem preparado.

O que achou do Bustamante ter falado que fora da BTT você não tem se dedicado com afinco aos treinos?
Foi uma boa fase na BTT, a gente tinha mais treino, era onde tinha uma supervisão muito boa de chão, tinha uma turma boa lá, bons sparrings de chão, de jiu-jitsu na BTT. Isso era bem legal lá. Mas o treinamento não é tudo na vida de um atleta, tem outros fatores. Eu me senti prejudicado na parte de empresário, de como conduzir a minha carreira e por isso sai de lá. Como treinamento, foi a melhor equipe do mundo. Mas para empresariar a vida do atleta, não tinha uma organização tão grande. 

Você acredita que Fedor Emilianenko possa ir para o UFC? Se isso acontecer você pedirá para enfrentá-lo pela quarta vez?
Acho que ele pode ir para o UFC, sim. Se ele for, eu gostaria de lutar com ele, com certeza! Sem dúvida, eu luto.

O Fedor é melhor peso-pesado do mundo hoje ou outros lutadores, como Brock Lesnar, assumiram esse posto?
O Fedor tem mostrado isso há mais tempo, o Lesnar é um cara muito novo. Não merece o título de melhor lutador. O Fedor já foi mais testado.

O Lesnar é supervalorizado ou merece o posto de campeão do UFC, apesar de ser um novato no MMA?
O cara com poucas lutas já  mostrou que podia estar lá (entre os melhores). Mas não sei se ele já merecia ser campeão. Talvez, se ele tivesse que ter lutado dez vezes para chegar à disputa de título, ele não tivesse se tornado campeão. Porque quando você faz dez lutas, você vai se machucando com o tempo e isso te prejudica (a longo prazo). Mas ele aturou a pressão (de uma luta pelo título). O psicológico do cara é bom. Mas vamos ver se ele segura o cinturão por muito tempo. 

Anos de MMA deixaram alguma sequela física?
Um pouco de dor nos joelhos e no quadril, isso é o que mais me incomoda. Mas, só isso.

Tem algum arrependimento nesses anos de lutas?
Não, não tenho. Acho que fiz tudo o que podia fazer. Algumas vezes forcei demais o meu corpo. Talvez eu devesse ter cedido (aberto mão de) umas três ou quatro lutas na minha carreira que eu não tava bem na época. Mas fiz o meu melhor.

* Link da luta Minotauro vs Mir

Blogs que citam este Post

sábado, 18 de julho de 2009

Massacre contado em oito imagens e opinião de Minotauro

Tags:, , , , - Guga Noblat às 09:57:28

Uma semana atrás o godzilla albino Brock Lesnar, um americano bisonho de 1,88cm e mais de 120kg, deu uma surra legendária em seu compatriota Frank Mir para assegurar o título de campeão dos pesados do UFC (evento de MMA – Vale Tudo).

Os dois atletas tinham se enfrentado em fevereiro de 2008 pelo UFC 81, com vitória de Mir no 1 round por finalização (chave de joelho / torção). Sábado passado, Lesnar se vingou com um nocaute brutal ao aplicar uma saraivada de socos na cabeça de seu algoz.

A luta fechou uma noite de 10 embates travados pela 100ª edição do UFC, no Mandalay Center, em Las Vegas. E foi vista por mais de 300 milhões de telespectadores mundo afora.

Versado em wrestling (jogo de quedas), Lesnar migrou do telecatch (lutas combinadas) para o MMA em 2007 e menos de dois anos depois bateu Randy Couture para sagrar-se campeão. Apesar de ser um novato, ele furou a fila dos desafiantes graças à sua popularidade e poder de vendas. Seu cartel é de quatro vitórias e uma derrota.

Rodrigo Minotauro Nogueira, brasileiro mais próximo de disputar o cinturão dos pesados, comentou ao blog Mano a Mano o que acha do pouco experiente Lesnar ser o campeão:

- O Lesnar com poucas lutas já mostrou que podia estar lá (entre os melhores). Mas não sei se ele já merecia ser campeão. Talvez, se ele tivesse que ter lutado dez vezes para chegar à disputa de título, ele não tivesse se tornado campeão. Porque quando você faz dez lutas, você vai se machucando com o tempo e isso te prejudica (a longo prazo). Mas ele aturou a pressão (de uma luta pelo título). O psicológico do cara é bom. Mas vamos ver se ele segura o cinturão por muito tempo.

Segue uma sessão de oito fotos de Josh Hedges, fotógrafo oficial do UFC, com imagens do massacre empregado por Lesnar sobre Mir:

Link do vídeo da luta:

Lesnar vs. Mir
http://www.megavideo.com/?d=TFFVS80K ou
http://www.megaupload.com/?d=TFFVS80K

Blogs que citam este Post

terça-feira, 14 de julho de 2009

Cheick “Donkey” Kongo elogia Minotauro e vai à caça de Lesnar “Brockzilla”

Tags:, , , - Guga Noblat às 07:10:56

Kongo e Lesnar (montagem CageToday)

Kongo e Lesnar (montagem CageToday)

Querer encarar o campeão, todo mundo quer. O duro é ter uma chance!

Cheick Kongo, atleta da França, quase chegou lá. Entretanto, em sua última luta contra Cain Velasquez viu ir para o ralo a chance de dar um passo importante rumo à briga pelo cinturão. Sua derrota na decisão dos juizes o levou para o fim da fila dos postulantes ao título de melhor peso-pesado do UFC, torneio de MMA (Vale Tudo) mais prestigiado do planeta.

Kongo, porém, ainda tem esperança de lutar pelo título. De preferência contra Brock Lesnar, atual dono do cinturão. Foi o que ele confidenciou direto de Las Vegas em uma conversa com o colaborador especial do blog Mano a Mano e representante comercial da Pretorian (marca especialista em material esportivo) Tiago Cruz.

Durante a luta principal do UFC 100 travada na madrugada do último sábado para domingo entre Lesnar (campeão) e Mir (desafiante), Kongo afirmou sem hesitar que um de seus maiores desejos é enfrentar Lesnar. Mas sabe que ainda precisa ganhar algumas lutas antes de brigar pela cinta. “Quero lutar com o Lesnar”, disse categoricamente.

Em seguida, previu que se Mir perdesse a cabeça e não seguisse uma boa estratégia, se complicaria diante de Lesnar. Dito e feito. Minutos depois, Mir acabou nocauteado por uma saraivada de socos desferidos pelo campeão enquanto trocavam golpes no solo.

Kongo também falou sobre a luta programada para o fim de agosto entre os peso-pesados Rodrigo Minotauro Nogueira vs Randy Couture. Para o francês, Minotauro leva uma pequena vantagem por ter “um jogo de chão diferenciado”. Se tivesse que apostar, estaria mais inclinado a ir de Minota.

Especialista em Muay Thai e um dos melhores strikes (versado em socos e chutes) do MMA mundial, Kongo não quis entrar em detalhes a respeito de sua derrota para Velásquez em junho passado, mas revelou que lutou machucado. “Não quero falar sobre isso”, pediu.

Se algum dia Kongo encarar Lesnar, será um verdadeiro choque entre muralhas. O americano mede 1,88m e pesa 121kg. Sua mão é imensa ao ponto de o UFC ter confeccionado uma luva personalizada para ele, fato inédito. É apelidado entre os fãs de Brockzilla (em referência ao godzilla).

O francês tem 1,99cm e105kg. Lança socos potentes capazes de por qualquer um pra dormir e tem uma explosão incomum para alguém de sua estatura. É chamado pelos fãs de “A sensação da França”, ou até mesmo de Cheick “Donkey” Kongo, em homenagem ao famoso gorila Donkey Kong, do games.

Kongo vinha de três vitórias seguidas antes de ser parado pelas quedas de Velásquez e era um dos candidatos ao cinturão. Tem um cartel de 14 vitórias, cinco derrotas e um empate. Sua maior façanha foi ter batido o croata Mirko Filipovic, o lendário Cro Cop.

Blogs que citam este Post

Posts mais antigos »

Terra Magazine América Latina, Veja a edição em espanhol