Terra Magazine

Saturday, 15 de August de 2009

Brasileira e americana travam maior duelo do MMA feminino

Tags: , , , - Guga Noblat às 11:25:29
Nunca antes uma luta de MMA (Vale Tudo) feminina despertou tanta atenção como o duelo que será travado logo mais, a partir de 21h, entre a brasileira Cris Cyborg e a americana Gina Carano. Apesar do card recheado de feras masculinas, como, por exemplo, o confronto entre o armênio Gegard Mousasi e o brasileiro Renato Babalu Sobral, serão as duas moças mais bem ranqueadas do MMA que farão a luta principal da noite. O evento onde elas lutarão, o StrikeForce, será exibido na TV à cabo americana e milhões de telespectadores estarão de olho nelas. Será, até hoje, o combate mais importante da história do MMA feminino. Essa luta é crucial para o sucesso, hoje, do MMA entre as mulheres. Será o embate que poderá abrir de vez as portas do mundo das lutas para o público feminino. Outros eventos grandes, como o UFC, só promovem combates masculinos. André Dida, renomado lutador de MMA e K1 (lutas em pé), e Maurício Shogun Rua, ex-campeão do Pride (evento japonês), falaram ao blog Mano a Mano o que acham desse confronto entre a brasileira e a americana. Ambos são ex-parceiros de treino de Cris. Shogun: "Acho que, na real, a Cris vai ganhar. Eu nunca vi uma mulher como a Cris. Ela é boa pra caramba, troca (socos e chutes) com todo mundo, acho que ela é a favorita. Acho que a Cris vai nocautear." Dida: "Já treinei muito com a Cris na Chute Boxe e ela tem o meu peso, 70 quilos. Poxa, ela é uma atleta excelente. Se puser ela para lutar contra um homem, eu acho que ela tem total condições de vencer, de lutar de igual para igual. Mas, em relação a Gina, acho que ela não vai durar o primeiro round. A Cris vai ser muito agressiva. A Gina também é uma atleta excepcional, mas em relação a Cris não dá. A Cris é uma mulher que tá vindo para valorizar o MMA feminino e ela tá mostrando um estilo diferente. O estilo de luta da Cris é único. Ela tem tudo pra vencer no primeiro round. Tem que ficar muito esperto porque ela bate igual homem, por isso que acho que a Gina não sobrevive contra ela. Essa é a luta que abrirá as portas para a mulherada. Vai motivar o público feminino a entrar no Vale Tudo." Cris tem um muay thai afiado e é considerada a mulher mais agressiva do MMA. Gina tem um chão refinado, um jiu-jítsu superior ao da brasileira, e, com seu rostinho angelical, é vista como a embaixadora do MMA nos EUA. As duas se enfrentam no StrikeForce, hoje, que acontece no HP Pavilion, em San Jose, Califórnia. Além de Cris e Babalu, o também brasileiro Fabrício Werdum irá encarar Mike Kyle no mesmo evento. CARD DO EVENTO: Card televisionado Gina “Conviction” Carano (7-0) vs. Cristiane “Cyborg” Santos (7-1) - Luta principal Gilbert “El Nino” Melendez (15-2) vs. Mitsuhiro “Endless Fighter” Ishida (18-5-1) Renato “Babalu” Sobral vs. Gegard “The Dreamcatcher” Mousasi (25-2-1) Fabricio “Vai Cavalo” Werdum (11-4-1) vs. Mike “MAK” Kyle (12-6-1) Jay “The Thoroughbred” Hieron (17-4) vs. Jesse Taylor (13-3) Card preliminar Scott Lighty (4-0) vs. Mike Cook (7-4) David Douglas (4-1) vs. Justin Wilcox (5-3) James Terry (6-1) vs. Zac Bucia (2-3) Isaiah Hill (4-6) vs. Alex Trevino (3-0) Atualização das 23h50 Veja o StrikeForce, ao vivo, aqui Atualização das 03h00 - Brasileira é a melhor lutadora de Vale Tudo do mundo - Leia aqui a nova nota com o resultado do StrikeForce e os principais vídeos do evento

Blogs que citam este Post

Terra Magazine América Latina, Veja a edição em espanhol